Teodicéia -
Teodicéia

Categorias

Ultimos

Páginas

Criação, queda, redenção e consumação

28 April, 2015

A grande teodicéia bíblica em nada tem a ver com apelo antropocêntrico de "Jesus te ama e tem um plano para sua vida". A teodicéia vai além de frases motivacionais ou apelos emotivos. Ela pega para si o rótulo de verdade e não de uma possível verdade.

Tudo começa com o gênesis, a criação, que embora fale do homem não é essencialmente sobre o homem, e sim do caráter criador de um Deus, sem início ou fim, que faz o homem a sua imagem e semelhança.

Então vem a queda, que não provém apenas da desobediência, mas da vontade de ser um igual com esse Deus. Porém, desejando tornar-se Deus, o homem torna-se um monstro cego, escravo da sua natureza distorcida que deseja ainda ser como Deus, atraindo a morte sobre si, tornando-se um monstro.

Vem então a redenção, não através de méritos próprios, mas sim do próprio Deus que encarna em sua própria criação e, sendo inocente, sacrifica-se voluntariamente para punir o erro cometido pelos homens. Mas não apenas punindo, mas também reconciliando o monstro com Deus, o transformando aquele ser vil e sem atrações, em um filho por adoção, dando a esperança de que, como Ele próprio venceu a morte ressussitando, aqueles que estiverem nele também ressussitarão.

Essa é a teodiceia do cristianismo, essa é a história da humanidade, que tem como centro não o monstro, mas Deus.

PermalinkComentários (0)
Home
Atom · Top · Powered By Avatar